Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade, recomendar conteúdo de seu interesse e otimizar o conteúdo do site. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Confira nossas Políticas de Privacidade e Termos de Uso, clique aqui.

O jornal que todo mundo lê
Publicidade
Geral
01/04/2021 - 11h26
Profissionais da segurança são incluídos nos grupos prioritários da vacinação contra Covid-19
Nota técnica determinou critérios e envio de doses exclusivas para trabalhadores da categoria
Foto: Gil Leonardi/ Imprensa MG.

Por SEGOV


O Ministério da Saúde (MS) anunciou ontem (31 de março) a inclusão dos trabalhadores das Forças de Segurança no grupo de prioridade para receber a vacina. De acordo com a nota técnica nº 297/2021, ficou estabelecido que será antecipado o envio de um quantitativo de doses de vacinas de maneira escalonada e proporcional, direcionado exclusivamente para a vacinação dos profissionais das Forças de Segurança, Salvamento e Forças Armadas.

A nota técnica traz os critérios de prioridade e orienta que os trabalhadores da Segurança pública e Forças Armadas que não se enquadram nas atividades de linha de frente deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação contra covid-19.

No grupo prioritário das Forças de Segurança estão os trabalhadores envolvidos no atendimento e transporte de pacientes, resgates e atendimento pré-hospitalar, ações de vacinação contra covid-19, ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independentemente da categoria.


Comitê

A criação do Comitê Gestor nacional foi oficializada no dia 25 de março. O grupo é formado pelo presidente Jair Bolsonaro, além dos presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, este responsável por receber as demandas dos governadores no combate à pandemia e apresentá-las ao comitê.



Confira Também


Publicidade

no Facebook